20Abril2024

  
  

Segurança & Defesa

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Embraer e FAB celebram recebimento do certificado de tipo final (FOC) para o jato multimissão C-390

Em cerimônia realizada na Unidade Gavião Peixoto, em São Paulo, com a presença do Alto Comando da Força Aérea Brasileira (FAB), a aeronave recebeu o Certificado de Tipo Final, refletindo a sua Capacidade Operacional Completa (Full Operational Capability – FOC, na sigla em inglês). Emitido pelo IFI (Instituto de Fomento Industrial), organização militar vinculada ao DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial) e órgão responsável pela certificação de aeronaves de uso militar, o certificado FOC confirma que o projeto cumpre todos os requisitos definidos pela FAB e que a aeronave é capaz de realizar todas as missões para as quais foi projetada.

Este certificado coloca o C-390 em um seleto grupo de aeronaves no mundo”, diz Bosco da Costa Junior, Presidente e CEO da Embraer Defesa e Segurança. “É um momento ímpar na história da Embraer. O C-390 está redefinindo o transporte aéreo militar e de reabastecimento, desafiando o pensamento por trás das plataformas atualmente disponíveis. As forças aéreas de todo o mundo estão focadas em otimizar a relação entre suas necessidades operacionais e seus orçamentos, e o C-390 é a aeronave certa para atender a esta equação.

Desenvolvido sob os rígidos requisitos operacionais da FAB, a gênese do C-390 está no modelo da tripla hélice, o ponto culminante da união das maiores mentes da academia, da indústria e do estado. Como parte do processo de desenvolvimento e certificação, cerca de 3.500 horas foram voadas nas aeronaves protótipos sob as mais diferentes condições operacionais, e outras 85.000 horas foram realizadas usando bancadas e dispositivos de testes em laboratório. O resultado, após anos de desenvolvimento, testes e certificação, é um projeto estabelecido de acordo com os mais altos padrões do mercado.

Esse é o KC-390, a aeronave que materializa o verdadeiro significado da palavra “perseverança”. Onde ela estiver, aí estará o Estado Brasileiro; aí estará a ordem e o progresso de uma nação que se alinha com a ideia de que o pleno desenvolvimento da democracia não pode prescindir da inviolável soberania. Finalizando, desejo que estes sentimentos de brasilidade e de orgulho, que ora experimentamos, aflorem, em cada cidadão, ao contemplar os céus e constatar que as “asas que protegem e integram o país” e a Embraer rumam unidas no propósito de assegurar um futuro condizente com a estatura estratégica do nosso querido Brasil”, disse na cerimônia o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno.

No mesmo evento, a Embraer deu início ao processo de entrega à FAB da sexta unidade do C-390, primeira na configuração FOC. As demais aeronaves já entregues à FAB serão agora atualizadas para poderem operar com suas capacidades completas. Além disso, todas as aeronaves a serem exportadas poderão receber estas capacidades.

Desde a entrada em operação na FAB, em 2019, o C-390 comprovou sua capacidade, confiabilidade e desempenho. A atual frota de cinco aeronaves, todas na versão de reabastecimento aéreo, denominada KC-390, já acumula mais de 8.200 horas de voo e números recentes mostram uma disponibilidade operacional de cerca de 80%, com taxa de conclusão de missão acima de 99%, demonstrando uma produtividade excepcional na categoria. O C-390 Millennium tem encomendas de Portugal e Hungria, ambos países membros da OTAN. A Holanda, também membro da OTAN, selecionou o C-390 Millennium em 2022  (Fotos: Embraer).