26Janeiro2023

 
 
 

Segurança & Defesa

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Míssil anticarro Kornet de longo alcance será testado

A versão de longo alcance do conhecido míssil anticarro russo Kornet deverá em breve iniciar seus testes estatais, que são um passo obrigatório para que se inicie a produção em série para as Forças Armadas russas. A nova arma recebeu a designação Kornet-D1. A imprensa russa publicou declarações de Bekhan Ozdoev, diretor industrial da Rostec: “A maioria dos testes preliminares do Kornet-D1, destinado às Forças Aerotransportadas, montado no chassi do veículo BMD-4M, inclusive ensaios de tiro, foram completados com resultados positivos”, ao que acrescentou que “a produção de um lote piloto para testes estatais já está em andamento”.

A montagem do Kornet-D1 na viatura de combate BMD-4M inclui dois lançadores múltiplos, cada um com seu próprio visor térmico (Foto: Yuri Laskin), o que permita o engajamento simultâneo de dois alvos. O Kornet-D1 pode empregar dois tipos de mísseis: um anticarro, com cabeça de combate dupla e alcance de até 8km, e um com cabeça de combate termobárica, e alcance de até 10km. A espoleta desse último tipo de míssil não é de contato, o que permite o emprego também contra alvos aéreos em baixa velocidade. As viaturas equipadas com o Kornet podem ser organizadas em pelotões, sendo que a viatura do comandante é equipada com equipamento de reconhecimento e designação de alvos, podendo também manter comunicação em tempo real com o escalão superior.

O sistema de armas Kornet foi desenvolvido pelo Shipunov KBP Design Bureau, sediado em Tula, e agora uma subsidiária do High-Precision Weapons Holding. O Kornet é um dos “best-sellers” russos em termos de exportação. Recentemente, as qualidades do sistema foram elogiadas pelo presidente sérvio Alexandar Vucic, que presenciou o desempenho do Kornet durante exercícios de tiro no sudeste da Sérvia. O país é um dos maiores importadores de armas russas, e em particular opera o sistema de defesa antiaérea Pantsir-S1, também desenvolvido pelo KBP Design Bureau. Também há relatos do emprego do Kornet-E, variante de exportação, em conflitos locais do Oriente Médio.