04Julho2022



 

Segurança & Defesa

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Kalashnikov cresce internacionalmente

De acordo com a assessoria de imprensa do Grupo Kalashnikov, em 2021 foi registrado um aumento de 70% na produção de produtos militares para exportação, em relação a 2020. Entre os principais produtos de exportação estão as séries AK-100 e AK-200 de fuzis de assalto, bem como a linha Ratnik (“Guerreiro”) de armas de precisão

Os produtos militares e civis da marca Kalashnikov são fornecidos para um total de 27 países em todo o mundo. Tradicionalmente, os clientes estrangeiros apreciam muito sua confiabilidade e características técnicas. A despeito das condições difíceis nas quais temos que trabalhar — tanto em relação à pandemia com o às sanções —, a dinâmica positiva da exportação de produtos é a clara confirmação disso”, comentou Vladimir Lepin, Diretor Geral do Grupo Kalashnikov.

No ano passado, durante uma visita oficial do Presidente russo Vladimir Putin à Índia, um contrato fundamental foi assinado entre o Ministério da Defesa da Índia e a “joint-venture” russo-indiana Rifles Private Limited para o fornecimento de fuzis de assalto AK-203, que serão produzidos localmente com a assistência técnica do Grupo Kalashnikov.

Recentemente, a Kalashnikov anunciou a produção de um grande lote de fuzis de assalto AK “no interesse de um cliente estrangeiro da região da Ásia-Pacífico”, de acordo com um contrato concluído pela Rosoboronexport estatal do setor de vendas de material de defesa (Texto de Yuri Laskin e foto do Kalashnikov Group).