19Agosto2019

 
 
    
    

Segurança & Defesa

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Edição 134

Tucano será modernizado

Por meio da Comissão Aeronáutica Brasileira em Washington-DC (BACW, na sigla em inglês), a Força Aérea Brasileira (FAB) resolveu reabrir, em fevereiro deste ano, a concorrência para a modernização de 40 exemplares do treinador Embraer EMB-312 (T-27) Tucano. A concorrência anterior – vencida pela Aviation Center e questionada pela AEL Sistemas, havia sido cancelada.

NCAM22: um possível substituto para o São Paulo?

Neste artigo, é apresentada uma solução alternativa, para recuperar ou preservar a capacidade da Aviação Naval da Marinha do Brasil (MB), na operação com aeronaves de combate de asa fixa, a partir de navios dotados de convés de voo corrido. Assim como a solução técnica sugerida, a metodologia de análise adotada difere daquela empregada no artigo publicado em “Segurança & Defesa” nº 130, págs. 22-38.

Emprego de HMD/HMS em helicópteros

Os Helmet-Mounted Displays (HMD — literalmente, Displays Montados no Capacete) e Helmet-Mounted Sights (HMS — Visores Montados em Capacete) têm emprego cada vez mais difundido nas operações militares — mormente nas que envolvem helicópteros. Ambos projetam, frente aos olhos do usuário, dados/símbolos/imagens que facilitam a pilotagem (os HMD) e a pontaria e tiro (os HMS), eliminando a necessidade de distrações como, por exemplo, ter que desviar o olhar para o painel de instrumentos.

LAAD 2019

De 2 a 5 de abril realizou-se, no Rio de Janeiro, a 12ª edição da LAAD. Embora ainda sem mostrar os efeitos que a mudança de governo do Brasil terá sobre o mercado nacional de defesa — pois a grande maioria das empresas expositoras necessita de até um ano para decidir o tamanho de sua participação, prever as despesas correspondentes em seus respectivos orçamentos e tomar as providências necessárias —, uma primeira avaliação já deixou antever que, muito provavelmente, a edição de 2021, já marcada para 13 a 16 de abril daquele ano, atrairá interesse internacional ainda maior.

MB anuncia melhor proposta para Corvetas Tamandaré

Em 28 de março de 2019, a Marinha do Brasil (MB) revelou que o Consórcio Águas Azuis havia sido escolhido como fornecedor preferencial para construir as quatro corvetas da classe “Tamandaré”. O presente artigo analisa o navio que servirá de base para as novas corvetas, a classe “MEKO A100”, e indica as modificações previstas, incluindo sensores, sistema de propulsão e armamentos especificados pela MB.

E MAIS:

VII Brigada Aérea 

Família de SARP Heron apresentou novas capacidades na LAAD 2019 

Yom Kippur, 1973: no limiar do uso de armas nucleares 

Comentários sobre Operações Policiais Especiais 

Em Goiás, um Museu Militar de Maquetes