06Dezembro2019

    
    

Segurança & Defesa

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Falco EVO empregado para monitorar migração ilegal

No dia 20 de junho último, a ARP Falco foi empregada para seguir uma traineira suspeita de transportar imigrantes ilegais no Mediterrâneo, durante uma operação em benefício da Frontex, a Agência Européia de Guarda Costeira e de Fronteiras (Foto: Leonardo). Operando a partir do aeródromo de Lampedusa, até o momento o Falco já realizou mais de 280 horas de voo para a Frontex, sendo que uma das missões, em 26 de junho, totalizou 17 horas e 21 minutos de voo. Na configuração empregada nessa missão, o Falco EVO está equipado com uma suíte avançada de sensores, incluindo o radar Gabbiano TS Ultra-Light.